3 passos para reduzir o estômago e se livrar da obesidade


Certamente ao iniciar a leitura desse artigo, você se perguntara: como assim reduzir o estômago naturalmente, isso é possível sem fazer cirurgia? A resposta é sim, é completamente possível reduzir o estômago.

As paredes do estômago são elásticas, ou seja, elas possuem a capacidade de encolher e de dilatar. Pessoas que comem compulsivamente, o estômago é dilatado. Quando elas iniciam uma dieta, o que acontece?

Aos poucos, o estômago começa a encolher e a se habituar com a quantidade reduzida de alimentos que se consome no cardápio. A consequência disso é bem simples, o corpo começa a perder peso. Isso porque, comendo menos, o corpo começa a queimar as energias e gorduras acumuladas e em contra partida, conseguimos reduzir o estômago.

Portanto, se voce conseguir reduzir a quantidade de alimentos ingeridos e manter o foco em um plano alimentar reduzido, em pouco tempo, aproximadamente de 4 semanas, certamente seu estômago vai começar a reduzir e isso significa o fim da obesidade.

O segredo desse processo sem cirurgia e sem cortes, é a alimentação saudável. Uma vez que você muda seu estilo de vida e sua alimentação, aos poucos seu estômago vai reduzindo suas capacidades, isto significa que ele inicia um processo de “encolhimento”.

Quando isso acontece, é comum reduzirmos de forma drástica a alimentação. Isso porque, na verdade nos sentimos saciados com pouco. Por isso somos categóricos em afirmar, que é possível reduzir o estômago de forma natural. Tudo o que temos a fazer, é seguir os passos abaixo, uma vez tomadas as medidas, é só esperar e gozar do resultado.

O primeiro passo

Separar a fome da ansiedade. O maior problema do excesso de peso é ansiedade. Portanto, antes de iniciar qualquer processo de emagrecimento, para que você não fracasse no início, é necessário entender quando você tem fome e quando você come por compulsão, ou seja, levado pela sua própria ansiedade.


A ansiedade precisa ser tratada com ansiolíticos químicos ou ansiolíticos naturais. Ademais, é importante consultar seu médico e fundamental ter sobre controle as crises de ânsia. Outrossim, elas nos induzem a comer muito além do necessário, e quanto mais comemos, mais engordamos.

Segundo passo

Inicie seu percurso de emagrecimento e reeducação alimentar com calma. Portanto, os resultados não precisamos visualizar de imediato, mas ao longo do tempo.

Bem como, é inútil você iniciar uma dieta radical e extrema e perder peso da noite para o dia. A saber, com a mesma velocidade que emagreceu, voce também recuperara o peso perdido. Contudo, isso é muito negativo e desmotivante.

Inicie com calma, planeje seu dia a dia, comece a trocar seus alimentos aos poucos. Outrossim, seu organismo não sente tanto a ausência de guloseimas e certos alimentos hiper calóricos. Lembre-se: não importa o percurso e o tempo que você levara para percorrer, mas sim o RESULTADO FINAL.

Quando emagrecemos lentamente, dificilmente caímos no efeito sanfona, isto é, não engordamos novamente. Ademais, é por isso que nutricionistas batem muito nessa tecla.

Ademais, temos que emagrecer com calma, aos poucos reeducando o estômago. Bem como, reeducando nossa própria rotina, assim não fica exaustiva a dieta, é mais fácil de manter o foco. Outrossim, evitamos o efeito sanfona, e provavelmente aumentamos a qualidade de vida e bem estar.

Reduzir o estômago

Terceiro passo

Escolha uma dieta que seja adapta ao seu estilo. Fechar a boca de forma radical, como já citamos não vai funcionar. Isso porque, a tendência é abandonarmos nos primeiros 10 dias.


Portanto, o ideal é escolher uma dieta saudável, a qual podemos comer de tudo. Entretanto, com o controle das calorias, no caso seria perfeito consumir apenas 1.000 calorias ao dia, ou 1.200 no máximo.

A melhor dieta é aquela baseada na reeducação alimentar, ou seja, nas trocas inteligentes. Por exemplo, em vez de suco industrializados, o correto é consumir frutas, em vez de bebidas alcoólicas, consuma chás diuréticos. A saber, eles estimulam a perda do líquido retido e consecutivamente evitam inchaços.

Em vez de frituras, de preferência aos assados. Bem como, em vez de alimentos embutidos, de preferência a verduras, vegetais, legumes crus. A reeducação alimentar é a melhor estrada para quem deseja vencer para sempre a obesidade.

Talvez você esteja se perguntando: como vou fazer para driblar a fome? Simples, aumentando o consumo de determinados alimentos que provocam saciedade. Bem como, alimentos os quais são pobres em calorias, mas nutrientes a tal ponto de suprir a necessidade jornaleira do organismo.

1. Aumente o consumo de fibras

Uma das formas de manter o organismo satisfeito, é aumentando o consumo de fibras naturais. A saber, esse consumo é muito positivo para o organismo, pois regulariza as funções do intestino. Outrossim, aumenta a sensação de saciedade e ajuda a depurar o corpo, eliminando as toxinas presentes.

Uma sugestão excelente é triturar 1 colher de farelo de aveia com 1 colher de sementes de linhaça, em seguida, coloque tudo em um pilão e triture manualmente. Posteriormente, misture em 200 ml de água e consuma 15 minutos antes de cada refeição.

A fibra consumida quando entra em contato com a água e o estômago, aumenta em 5 vezes a sensação de saciedade. Isso porque, faz com que o estômago informe ao cérebro que ele esta satisfeito, automaticamente você comera menos durante as refeições.

2. Faça um café da manhã 5 estrelas

Pode até soar estranho as 5 estrelas! Todavia, lembremos que o café da manhã é a refeição mais importante do dia. Portanto, ela dará energia suficiente para o corpo continuar funcionando e consecutivamente queimar as calorias e energias acumuladas.

Além disso, um café da manhã completo vai evitar que você chegue a hora do almoço esfomeado. Já expliquei algumas vezes aqui no Portal, que nosso corpo é comparado com uma locomotiva de trem. Ou seja, o trem quando parte para a viagem, o maquinista precisa dar muito carvão e dar o calor (gás) necessário para que a locomotiva se mantenha no ritmo até o final do dia, e assim, também é nosso organismo.

A locomotiva por exemplo, recebe uma grande quantidade de carvão ao início da viagem. Todavia, ao longo dessa viagem o maquinista precisa apenas alimentar com PEQUENAS QUANTIDADES de carvão a maquina a fim de que o calor va mantido até o final da viagem.

A saber, é assim nosso organismo, a dinâmica é a mesma, iniciamos com um super café da manhã, conforme ensinado no cardápio de reeducação alimentar. Depois no almoço, comemos uma quantidade já limitada para manter o organismo em pleno funcionamento e no jantar, visto que estamos chegando ao fim da viagem de 24hs, nos alimentamos de forma moderada a tal ponto de suprir somente a necessidade até o fim da jornada.

Importante: inclua no seu café proteínas animal e vegetal, carboidratos (limitados) e não esqueça das sementes e das frutas, escolha uma fruta amarela e pequena.

3. Intervalo das refeições

Entre uma refeição e outra, é importante comer um “lanchinho”. Escolha alimentos crocantes, ou seja, que exijam uma mastigação intensa, a maçã é uma ótima opção. Bem como, as castanhas, sendo obrigado a mastigar bem, o estômago é enganado e se sente saciado rapidamente.

4. Aumente o consumo de água

A água traz muitos benefícios para a saúde. Consuma uma boa quantidade de água ao longo do dia, mas atenção, não durante as refeições. A água diminuiu o apetite, engana o estômago, limpa o corpo e favorece a eliminação das toxinas pela urina.

Além disso, a água hidrata o corpo, a pele, os cabelos, melhora a viscosidade do estômago e é muito benéfica para a saúde. Consumir pelo menos 2 litros ao dia, pode acelerar a perda de peso, importante lembrar que não devemos tomar água enquanto comemos.

5. Evite totalmente as gorduras salgadas

Essa é a pior de todas. Esse tipo de gordura escondida dentro dos embutidos e dos alimentos industrializados, agitam as zonas de prazer do cérebro. Outrossim, emite comandos em todo o nosso corpo despertando o desejo de consumir mais e mais aquele tipo de alimento.

Foque em alimentos naturais, elimine os industrializados, eles são o motivo da obesidade. A saber, trazem escondido na sua composição, gorduras combinadas com sal, sódio e açúcar, esse tipo de alimento é considerado “vazio”. Outrossim, não traz nenhum tipo de nutriente, somente química que induzem nosso cérebro a viciar nas sensações de prazer que tais alimentos provocam.

Te convidamos a visitar nosso Instagram e nossa Página no Facebook… Se gostou, curta, compartilhe e nos ajude a divulgar conhecimento.



Deixe um comentário

error: Conteúdo Protegido!