Logo Emagrecer com vida e saude

Tabule, uma receita árabe super saudável e refrescante

Tabule
Compartilhe esse post:

Quem é que nunca ouviu falar desse prato tradicional da culinária árabe? O tabule, é conhecido pelo seu frescor, leveza e a combinação perfeita de seus ingredientes. Outrossim, se destaca pelo seu sabor. Sem contar que é saudável e ideal para os dias quentes do calor tropical do Brasil. Ademais, acompanha bem churrascos, carnes grelhadas e outros. Dentre todas as saladas árabes, é a mais famosa em todo o mundo e caiu na graça do brasileiro, principalmente da geração saudável.

Leia também >> Salada de bacalhau completa, super nutritiva e saudável

Leia também >> Quiabo diferente, feito no forno, bem sequinho, sem baba e crocante

A saber, a receita original vem das montanhas da Síria e do Líbano, na mesa dos árabes é um prato muito apreciado e requisitado. A receita se espalhou por todo o mundo e um dos ingredientes que não pode faltar é a salsa picadinha, lavada e seca. Contudo, a receita de tabule, é super fácil de fazer, não tem segredo, seu preparo é rápido e o segredinho dela é não deixar o trigo de molho por muito tempo, pois ele pode ensopar e aí o efeito não vai ficar legal. Para o tabule tradicional o trigo só pode ficar de molho por 1h.

Para quem curte pratos leves, nutrientes e saudáveis, sem dúvida o Tabule é um prato perfeito. Feito comingredientes escolhidos a dedo, cada um deles, ocupa seu papel na cadeia nutricional. Por isso, é um prato completo que vai bem a qualquer hora. Bem como, fornece ao organismo os nutrientes necessários para suportar um dia inteiro de atividades. Outrossim, como citado anteriormente, é um prato simples e fácil de fazer. Todos gostam, sustenta e muito fácil de combinar com outros pratos. Muitos brasileiros, por exemplo, costumam fazer tabule para acompanhar churrasco. Contudo, aqui em casa eu gosto de comer com peito de frango grelhado, ou seja, é um prato versátil que você pode combinar facilmente com outros alimentos.

A receita, os ingredientes e o seu preparo

Ingredientes

  • 1 xícara de trigo para kibe
  • 1 xícara de tomates bem picados
  • 1/2 xícara de salsinha picada
  • 1/2 xícara de hortelã picada
  • Sal e pimenta a gosto
  • 2 dentes de alho picados
  • 1 colher de sopa de limão
  • 3 colheres de sopa de azeite
  • Folhas de mini alface romana para servir (ou alface comum)
tabule

Preparo

Comece colocando o trigo de molho em uma tigela grande e deixe hidratar por 45 minutos / 1 hora. Atenção: não deixe mais que isso porque caso contrário ele vai ficar muito mole e empapado para usar na receita. Em seguida, lave bem os tomates e descarte as sementes, posteriormente pique-os em cubos, faça o mesmo com a cebola. Lave também a salsinha e a hortelã, pique-as e deixe secar bem para utilizar em seguida. Escorra bem a água do trigo com a ajuda de um pano, tente tirar totalmente a água do trigo, quanto mais sequinho ele ficar, mais saborosa vai ser sua salada.

Posteriormente, em um recipiente comece misturando o trigo escorrido, a cebola e os tomates, em seguida adicione a salsinha e a hortelã, por último o suco de limão, o alho picadinho, enfim, lave bem a alface e sirva tudo junto. Se encontrar a alface pequena, não precisa picar, mas se fizer com a alface comum, o correto é picar bem picadinho, pois assim, fica mais saboroso.

Benefícos nutricionais do trigo

Conhecido desde os tempos da Babilônia, o trigo ou triguilho tem muitos benefícios para a saúde humana. A saber, rico em fibras, vitaminas do complexo B vitamina E, zinco, potássio, magnésio e selênio. Pessoas que consome o trigo com certa frequência podem desfrutar dos seguintes benefícios: controle da diabetes (a digestão lenta de cereais integrais evita picos de alta e baixa nos níveis de açúcar no sangue); peso (além de ajudar no bom funcionamento do intestino, o triguilho proporciona a sensação de saciedade por causa de suas fibras; é um antioxidante por conta do selênio e da vitamina E.

Interessante, você sabia que o triguilho é um grão integral de trigo que não cresceu? Outrossim, foi submetido a um processo específico, ou seja, os grãos germinados são primeiramente cozidos, depois secos e finalmente moídos para formarem pequenos pedaços semelhantes a grãos de arroz quebrados.

Te convidamos a visitar nosso Instagram e nossa Página no Facebook… Se gostou, curta, compartilhe e nos ajude a divulgar conhecimento.