Pasteizinhos mineiro, sem glúten, feito com fubá, saudável e nutriente

Pasteizinhos mineiro
Compartilhe esse post:
Compartilhar em facebook
Compartilhar em twitter
Compartilhar em pinterest
Compartilhar em whatsapp

Hoje vamos aprender uma receita de pasteizinhos mineiro deliciosa, feita com fubá, sem glúten, saudável, nutriente e para comer sem culpa. Certamente, você seja mais uma pessoa que está abolindo da sua dieta a farinha de trigo. A saber, não precisa ser intolerante ao glúten para deixar de consumir farinha e derivados. Muitas pessoas atualmente, estão optando por uma dieta mais saudável, e, portanto, estão eliminando alimentos a base de glúten, de lactose. Enfim, se você é mais uma dessas pessoas, vem com a gente aprender a fazer esses pasteizinhos mineiro sem glúten.

A receita é fácil de fazer, é como fazer rissoles tradicional de carne, não tem segredo. Todavia, nesse caso, não vamos usar farinha de trigo, mas sim, farinha de milho que não tem glúten e tem mais, além de não ter glúten, fica mais saboroso que o tradicional pastelzinho de farinha. Bem como, não enxarca de óleo, a massa fica mais leve, sequinha, crocante, e em vez de demorar uma eternidade para digerir, digere rapidamente. As vantagens do pastel feito com farinha de milho, são muitas. Ele é mais nutriente, sua massa não pesa no estomago, é mais fácil de modelar e manipular e todos vão gostar.

Leia também >> Pasteizinhos sem farinha, assados ou fritos, super gostoso

Leia também >> Pasteizinhos de forno, massa saudável e leve

Pasteizinhos mineiro

Ingredientes


  • 1 litro de água
  • Uma colher (sopa)ou 45g de manteiga ou margarina
  • 1 colher (chá)ou 5g de sal
  • Um tablete de caldo de galinha
  • 500g de fubá (usei o fubá mimoso de pacotinho)
  • 1colher (chá)ou 5g de fermento em pó para bolo
  • 1ovo inteiro (se for preciso coloque 1 ovo a mais para dar o ponto na massa)

Para o recheio

  • 300g de carne moída usei o acém
  • 2 colheres (sopa)de azeite
  • 1 dente de alho triturado
  • Meia cebola picadinha
  • 1 tomate picadinho
  • Sal e pimenta do reino a gosto
  • Cheiro verde para finalizar
  • Queijo em cubinhos (usei queijo minas)
  • Óleo para fritura
  • Papel toalha
pasteizinhos mineiro sem glúten

Preparo da massa dos pasteizinhos mineiro

Primeiramente, em uma panela grossa, coloque a água, e comece adicionado a manteiga, o sal, o tablete de cardo de galinha. Em seguida, ligue o fogo para começar a esquentar. Depois do fogo ligado e água levemente morna, comece adicionar as 500g de fubá e vai mexendo, ele vai formar uma massa como se fosse uma polenta, continue mexendo para ficar homogêneo e deixe cozinhar por aproximadamente uns 8 minutos. Observe que a massa quando estiver cozida, ele desgruda da panela por completo.

Portanto, chegou o momento de jogar a massa na bancada e com a ajuda de um rolo, comece a trabalhar a massa, sovando e esticando com cuidado para não queimar as mãos, pois a massa está quente. Conforme você vai abrindo a massa na bancada e trabalhando ela, vai esfriando. Abra bem a massa e por cima polvilhe 1 colher generosa de fermento em pó, aquele para bolo. Em seguida, continue sovando a massa e trabalhando com o rolo de madeira para que o fermento fique completamente incorporado.

A essa altura, a massa provavelmente está morna já e chegou a hora de adicionar 1 ovo e com a ajuda das mãos, misture bem o ovo na massa que já está quase fria. Depois que você misturou o ovo, faça um teste para ver se a massa está no ponto. Explico: o ponto é quando a massa não gruda e não racha depois que você abrir com o rolo. Se você abriu a massa, ela não rachou, não grudou nas mãos e na bancada, então está no ponto para ser recheada como você quiser. No meu caso estou usando a carne moída refogada.

Modelando e recheando

Enquanto eu preparo a carne moída, a massa vai descansar, mas precisa por ela no saco plástico para não ressecar e deixá-la na geladeira. Portanto, enquanto a massa descansa, eu vou preparar o recheio. Uma vez que a carne está pronta, é hora de modelar os pasteis. Para modelar bem os pasteizinhos mineiro, use uma gotinha de óleo na bancada, fica mais fácil para modelar e trabalhar com massa. Do mesmo modo, não descubra totalmente a massa, vai tirando aos poucos de dentro do saco plástico, isso para não ressecar.


Não tem segredo, vai abrindo a massa, recheia com a carne, pode colocar um pedaço de queijo junto com a carne, fica delicioso. Outro detalhe importante, não deixe a massa nem grossa e nem fina, o ideal é abrir e deixá-la com 0,4 cm e quando fechados, vai ter em torno a 0,8 cm de espessura total. Eu também usei o cortador de alumínio de 9cm de diâmetro. Isso porque, eu queria que todos os pasteizinhos mineiro, ficassem com o mesmo tamanho. Então depois de modelados e fechados, eu fui cortando com o cortador e deixando todos iguais.

Uma vez que você já modelou seus pasteis, é hora de fritar em óleo quente, não precisa empanar. Portanto, em uma panela grossa, coloque óleo suficiente para cobrir os pasteis, deixe esquentar e comece fritar. Eles ficam sequinhos e crocantes, não enxarcam de óleo, a massa fica leve, saborosa e são bem saudáveis em respeito ao tradicional pastel de massa cozida de farinha. Portanto, bom apetite!

Te convidamos a visitar nosso Instagram e nossa Página no Facebook… Se gostou, curta, compartilhe e nos ajude a divulgar conhecimento.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!