Médico americano descobre que o macarrão instantâneo é letal

macarrão instantâneo
Compartilhe esse post:
Compartilhar em facebook
Compartilhar em twitter
Compartilhar em pinterest
Compartilhar em whatsapp

O macarrão instantâneo, o tradicional miojo, é uma das refeições de preparação rápida mais populares que existem. Entre os asiáticos por exemplo, não pode faltar. Quando o estomago apita, eles recorrem ao tradicional Ramen. A principal vantagem desse prato que atraia as pessoas, inclusive do mundo inteiro, é a preparação.

O macarrão instantâneo fica pronto em 5 minutos, vem pronto e desidratado dentro do pacote, basta jogar água quente e via!  Outrossim, em função do processo de fabricação e das químicas adicionadas, o sabor é tentador, e as pessoas amam.

Bem como, as pessoas acham que dentre os fast foods existente no mercado, o tradicional miojo é o mais saudável. Mas por falta de conhecimento, desconhecem a quantidade de química que vai dentro é absurda e o mal que eles podem causar ao nosso organismo, é absurdo!

A saber, nos Estados Unidos, foi realizado um experimento pelo Dr. Branded Kuo, médico do Hospital geral de Massachusetts, demonstrou que o miojo, por exemplo, não se decompõe! O experimento, consistia em introduzir uma câmera dentro do estomago do paciente para observar a digestão. Entretanto, a descoberta, é bem preocupante.

O experimento do macarrão instantâneo

Primeiramente, Dr. Kuo observou que o macarrão instantâneo não se decompõe após horas de digestão. Outrossim, a câmera mostrou o macarrão intacto dentro do estomago mesmo depois de 2h de ter sido consumido. Esse fato, como afirmou Dr. Kuo, é muito preocupante, pois o macarrão não se dissolveu, o que significa que não foi digerido.


Para começar, pode estar sobrecarregando seu sistema digestivo, que é forçado a trabalhar por horas para quebrar este alimento altamente processado. A saber, o que é interessante, que a maioria dos alimentos processados ​​é tão desprovida de fibras que se quebra muito rapidamente, interferindo em seus níveis de açúcar no sangue e liberação de insulina.

miojo

Quando a comida permanece em seu trato digestivo por tanto tempo, isso também afeta a absorção de nutrientes. Mas, no caso do macarrão Ramen processado, não há muita nutrição disponível. Em vez disso, há uma longa lista de aditivos, incluindo o conservante tóxico terciário-butil hidroquinona (TBHQ).

Esse aditivo provavelmente permanecerá em seu estômago junto com o macarrão aparentemente invencível. Bem como, ninguém sabe o que esse tempo de exposição prolongado pode fazer à sua saúde.

Aditivo TBHQ

TBHQ, um subproduto da indústria do petróleo, é frequentemente listado como um antioxidante. Todavia, é importante perceber que é um produto químico sintético com propriedades antioxidantes – portanto, não um antioxidante natural. O produto químico evita a oxidação de gorduras e óleos, prolongando assim a vida útil dos alimentos processados. Esse é sua verdadeira tarefa: preservar o miojo.

É um ingrediente comumente usados em alimentos processados ​​de todos os tipos (incluindo nuggets de frango do McDonald’s, biscoitos Kellogg’s CHEEZ-IT, copos de manteiga de amendoim Reese’s, biscoitos finos de trigo, Teddy Grahams, pizza congelada Red Baron, feijões Taco Bell e muito mais).


Mas você também pode encontrá-lo em vernizes, lacas e produtos pesticidas. Bem como, em cosméticos e perfumes para reduzir a taxa de evaporação e melhorar a estabilidade.

Em suas 19ª e 21ª reuniões, o Comitê Conjunto FAO / OMS de Especialistas em Aditivos Alimentares determinou que o TBHQ é seguro para consumo humano em níveis de 0-0,5 mg / kg de peso corporal.

Entretanto, a comissão do Codex definiu os limites máximos permitidos de 100 a 400 mg / kg, dependendo do alimento ao qual é adicionado. A goma de mascar, por exemplo, pode conter os níveis mais elevados de TBHQ.

Consequências do TBHQ

A saber, há uma grande discrepância nos limites supostamente “seguros”, mas provavelmente é melhor ter pouca ou nenhuma exposição a esse tóxico. Isso porque, a exposição a cinco gramas pode ser letal e, de acordo com o Dicionário de Aditivos Alimentares do A Consumer’s Dictionary, a exposição a apenas um grama de TBHQ pode causar:

  • Náusea e vomito
  • Zumbido nos ouvidos (zumbido)
  • Delírio
  • Sensação de sufocamento
  • Colapso

Embora não haja suspeita de que o TBHQ seja um tóxico persistente, o que significa que seu corpo provavelmente é capaz de eliminá-lo para que não se acumule. Todavia, se você comer macarrão instantâneo, seu corpo pode estar sofrendo exposições prolongadas.

macarrão instantâneo miojo

Considerações Finais sobre o acarrão instantâneo

O macarrão instantâneo não tem nada de saudável. Ao contrário, é um alimento rico em conservantes, aditivos e químicas sintéticas. O organismo praticamente sofre dias para quebrar as moléculas e assim digerir. Ainda causas danos incalculáveis ao fígado.

O consumo frequente desse tipo de alimento, prejudica totalmente o sistema metabólico, além altera-lo. Por exemplo, estudos demonstraram que mulheres que comem miojo 2 x por semana, são 68% mais propensas a obesidade.

Outrossim, demonstraram sintomas como obesidade central, pressão arterial elevada, açúcar no sangue elevado em jejum, triglicerídeos em jejum elevados e níveis baixos de colesterol HDL. Enfim, o macarrão instantâneo deveria ser chamado de veneno, mas enriquece a indústria dia após dia e no final de tudo, aquilo que conta, é o capital e a riqueza de quem fabrica esse veneno!

Bem como, o estudo também demonstrou que quem consome o ramem com certa frequência, aumenta o risco de desenvolver diabetes e doenças cardiovasculares. Pesquisas anteriores também analisaram a ingestão geral de nutrientes entre consumidores e não consumidores de macarrão instantâneo.


A saber, descobriram, como suspeitado, que comer macarrão instantâneo contribui pouco para uma dieta saudável. Pelo contrário, compromete a saúde e pode causar danos irreparáveis ao organismo.

Te convidamos a visitar nosso Instagram e nossa Página no Facebook… Se gostou, curta, compartilhe e nos ajude a divulgar conhecimento.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!