Já tentei de tudo e não consigo perder peso – aqui estão os 6 erros


Quer saber por que você não consegue perder peso apesar de uma dieta saudável e exercícios? A perda de peso é a soma de vários fatores. Descubra quais são os erros mais comuns.

Não conseguir perder peso, apesar da dieta e da atividade esportiva, é um problema comum. Todavia, muitas pessoas se perguntam por que os esforços não estão valendo a pena. A questão é que a perda de peso é um processo complexo, a soma de vários fatores.

Além de seguir uma dieta alimentar e praticar atividade física, é preciso estar atento a uma série de erros que o impedem de alcançar seu objetivo.

6 erros comuns

1. Deixar de perder peso comendo muito pouco

Você só come vegetais e bife grelhado? Ou você janta só com frutas? Pode parecer contraditório, mas reduzir muito a ingestão de calorias e seguir uma dieta excessivamente rígida pode desacelerar o metabolismo. Bem como, fazendo com que ele entre no modo de “economia de energia”.

O resultado é que o corpo começa a queimar menos calorias, o que torna a perda de peso mais difícil. Além disso, você ficará com fome e mais tentado pela gula.


Bem como, este estilo não é saudável e não pode ser mantido ao longo do tempo. Para conhecer suas necessidades energéticas, a figura mais indicada é o nutricionista ou nutricionista.

Comer muito pouco não é uma boa escolha quando você quer perder peso. Embora possa funcionar no início, a longo prazo causa ansiedade e leva a mais sucumbência às tentações.

perder peso

2. Exagere no fim de semana

Você é escrupuloso com sua dieta nos dias de semana, mas fica com pouca comida nos fins de semana? Faz pouco sentido seguir uma dieta rigorosa de segunda a sexta-feira e abandoná-la totalmente no fim de semana.

Melhor manter uma dieta constante ao longo da semana, incluindo alguma pequena gula. Adote o pensamento “Estou fazendo uma dieta saudável” em vez de “Estou fazendo uma dieta”.

3. Comer muito rápido e não perder peso

Comer muito rápido atrapalha a perda de peso porque o cérebro não recebe o sinal de saciedade. Portanto, tendemos a comer demais.


Esse ponto também pode ser afetado pelo hábito de assistir televisão ou celular: muitas vezes nem nos damos conta do que estamos comendo.

Recomendamos que você dedique pelo menos 20 minutos à refeição, longe de aparelhos eletrônicos. Esteja ciente do que você coloca na boca. Comer com a família ou amigos pode certamente ajudar.

4. Elimine carboidratos

É um erro eliminar completamente o pão, a massa, o arroz, a batata ou os legumes. Privar carboidratos apenas produz mais ansiedade e aumenta a demanda do corpo por açúcar.

Se não almoçarmos massa, faremos um lanche com bolachas, chocolate ou qualquer outra sobremesa. O segredo, portanto, não é excluir um macronutriente, mas reduzir a quantidade total de alimentos ingeridos.

O método de prato recomendado por Harvard pode ser útil para esse propósito. O prato deve ser composto pela metade de frutas e vegetais, um quarto de proteínas (carnes, peixes, ovos, laticínios ou legumes). Outrossim, um quarto de carboidratos (pão, macarrão, arroz, batata) sempre privilegiando os grãos inteiros.

help

5. Atividade física inadequada

É errado não se envolver em atividades físicas, mas também fazer muita ou pouca variedade. Além disso, você não deve superestimar seu gasto calórico: caminhar 20 minutos por dia não é suficiente para perder peso, você terá que caminhar pelo menos uma hora. Ou, se quiser perder peso mais rápido, faça atividades que consumam mais energia.

Pensar “Eu como tudo que eu quero, mesmo assim eu queimo na academia” não adianta e o resultado sempre será percebido no equilíbrio nos mesmos pontos. O que acontece, entretanto, se introduzirmos poucas calorias e fizermos exercícios físicos adequados? Aumento de músculos e hidratação.

Conforme a massa muscular aumenta, o corpo retém mais água. Mas lembre-se: para perder peso, você precisa reduzir o percentual de gordura corporal. A solução é, portanto, adaptar o exercício físico às nossas necessidades, sem exagerar e deixar o corpo descansar.

6. Pouco sono e estresse

Há alguns anos sabemos que a quantidade e a qualidade do sono estão diretamente ligadas ao peso corporal. Um artigo publicado na Scientific Reports indica que a falta de sono altera a atividade cerebral que nos leva a comer alimentos mais gordurosos.

Dormir pouco também aumenta o estresse e, com ele, os níveis de cortisol. O cortisol é secretado pelas glândulas supra-renais em resposta à tensão. Níveis elevados desse hormônio podem fazer com que o açúcar no sangue aumente, o que implica ganho de peso.

Você está se perguntando por que não consegue perder peso? Analise seus hábitos e veja se você está cometendo algum dos erros descritos neste artigo. Corrija-os agora, caso contrário, eles interferirão em seu programa de perda de peso. Por fim, lembre-se que o ideal é seguir uma dieta recomendada pela nutricionista.

Te convidamos a visitar nosso Instagram e nossa Página no Facebook… Se gostou, curta, compartilhe e nos ajude a divulgar conhecimento.


Deixe um comentário

error: Conteúdo Protegido!