Prednisona: o uso indevido ou a auto dosagem pode levar a morte


Certamente você que está lendo essa postagem já ouviu falar desse medicamento. Principalmente se você tiver uma criança em casa que precisou tomar o xarope de prednisona. Essa categoria de remédio é muito comum e serve para tratar uma infinidade de doenças.

Seu nome genérico é Meticorten. Comumente a utilizamos para tratar inflamações em geral, doenças autoimunes, alergias, problemas respiratórios, esclerose múltipla, labirintite entre outras. Como citado no paragrafo acima, é um medicamento utilizado em inúmeras situações, mas o que é precisamente a prednisona?

Prednisona

A prednisona é uma das diversas formas sintéticas do hormônio cortisol, que é produzido pela glândula supra-renal. Todavia, a que é produzida em laboratório possui um efeito 5 x mais forte do que a natural produzida pelo organismo.

Sabe o que isso significa? A saber, altas doses ou uso descontrolado do medicamento sem orientação médica, pode gerar complicações e levar inclusive a morte!

Importante entendermos que a prednisolona e o prednisona são sempre corticoides, mas no caso da prednisolona que encontramos à venda somente na forma de xaropes, colírios e pomadas. Ela, é um metabólico da prednisona.

Ambos se parecem, possuem ação semelhantes, pertencem ao mesmo grupo. Todavia, a prednisona encontramos à venda somente em comprimidos de 5mg ou 20mg e mais, elas se destinam a usos diferentes.

Ademais, tem outro particular, a prednisolona utilizamos para tratar doenças respiratórias, como asma, faringite, bronquite, inflamações pulmonares, problemas hematológicos. Portanto, ela não é um simples remédio para tosse como muitos pensam. Enfim, se trata de um anti-inflamatório e antialérgico.


Todavia, a Prednisona é amplamente utilizada para todos os fins citados. Bem como, no mercado farmacêutico encontramos à venda com os seguintes nomes:

  • Alergcorten.
  • Artinizona.
  • Corticorten.
  • Crispred.
  • Flamacorten.
  • Meticorten.
  • Predcort.
  • Predinis.
  • Predson.

A saber, todo medicamento precisa ser prescrito por um médico e ingerido sobre a sua supervisão. Outrossim, a automedicação pode levar uma pessoa a morte. Portanto, antes de consumir qualquer tipo de medicamento, consulte seu médico.

Prednisona

Efeito Colateral

Antes de tudo, os corticoides em geral, quase todos apresentam vários efeitos colaterais. Entretanto, como todo medicamento que já sabemos, eles resolvem um problema de um lado e causam outros por conta dos efeitos colaterais.

Para termos ideia e entendermos melhor, os efeitos colaterais podem variar de problemas estéticos ao desenvolvimento de diabetes, infecções graves e outros. Por isso, é importante não se automedicar com a prednisona, pois dependendo da situação, sim ela pode levar a morte.

Entre os efeitos colaterais mais importantes, podemos destacar os seguintes:

  • Ganho de peso.
  • Acúmulo de gordura na face e no tronco (síndrome de Cushing).
  • Diabetes mellitus.
  • Hipertensão arterial.
  • Equimoses (manchas roxas na pele).
  • Estrias.
  • Catarata.
  • Glaucoma.
  • Elevação do colesterol.
  • Lesões musculares (miopatia),
  • Fraturas ósseas
  • Necrose da cabeça do fêmur.
  • Osteoporose.
  • Distúrbios do crescimento em crianças.
  • Psicose.
  • Depressão.
  • Aumento do risco de infecções.
  • Cicatrização deficiente.
  • Candidíase.
  • Retenção de líquidos.
  • Alterações menstruais.
  • Gastrite.
  • Úlcera péptica.
  • Esteatose hepática.
  • Pancreatite.
  • Infertilidade.

Observem que a lista acima é apenas os efeitos mais importantes. Todavia, existem outros efeitos e por aí podemos já compreender e imaginar a seriedade desse medicamento. Por isso, é necessário que a pessoa seja seguida por um médico. Embora, muitos usem automedicação com frequência, nesse caso aqui, em vez de fazer bem, pode fazer mal!

Atenção especial

Quando uma pessoa está fazendo um tratamento com esse medicamento, na hora de interromper esse tratamento, é necessário tomar cuidado. A suspenção imediata do medicamento pode causar insuficiência renal. Portanto, é o médico que vai orientar e acompanhar a suspenção gradativa do remédio, com o cuidado de não provocar danos ao organismo da pessoa.

Por fim, espero que essas informações possam te ajudar a entender e compreender melhor a diferença entre a prednisona e a prednisolona. Outrossim, que ambas precisam ser prescritas pelo médico e cabe ao mesmo acompanhar o paciente durante o tratamento.


Se gostou, se te ajudou essas informações, compartilhe com seus amigos, e nos ajude a divulgar conhecimento para ajudar mais e mais pessoas!

Te convidamos a visitar nosso Instagram e nossa Página no Facebook



error: Conteúdo Protegido!