7 efeitos colaterais provocados pelo anticoncepcional


A pílula anticoncepcional é um comprimido utilizado por milhares de mulher no mundo inteiro como método contraceptivo. Os anticoncepcionais, geralmente é consumido diariamente com o objetivo de prevenir a gravidez.

De todos os métodos contraceptivos, o da pílula é um dos mais seguros. Você deve seguir as instruções a risca. Ele é eficaz e existem muitos tipos e marcas.

Para saber qual é a marca ideal para você a melhor opção é ir a uma consulta com seu ginecologista e depois de fazer algumas perguntas ele indicará a marca que melhor se adapte às suas necessidades.

Embora esse método seja eficaz, eles possuem efeitos secundários que podem prejudicar a saúde da mulher. Inclusive a fertilidade.

Por isso é importante, sempre consultar um ginecologista pois somente ele poderá dizer qual o tipo de pílula é indicado para o seu caso.

Efeitos colaterais dos contraceptivos

As pílulas anticoncepcionais, como todos os medicamentos, costumam ter alguns efeitos colaterais. Embora tudo dependa do nosso corpo e de como absorver essa pílula.

Estes são os 7 efeitos colaterais comuns da contracepção

1. Fazem os seios crescerem

Segundo a ginecologista Adriana de Goés, o estímulo hormonal da pílula pode causar um inchaço do tecido mamário, mas isso não irá aumentar a glândula, somente uma exuberância no tecido. “Algumas pílulas causam isso com maior ou menor intensidade.


Isso é um efeito colateral da pílula, o objetivo é que isso não aconteça e que o organismo sofra o mínimo possível de alterações”, afirma a médica. Para ela, quando a mulher tem esse aumento do volume mamário, ela também tem dor nas mamas, e esse desconforto pode levar à descontinuação do método.

2. Diminuem o desejo sexual

Tomar anticoncepcionais hormonais pode prejudicar os seus níveis de testosterona. Isso ocorre porque os hormônios responsáveis ​​pelo desejo sexual nas mulheres são exatamente os mesmos responsáveis ​​por fazer a mulher engravidar.

Contraceptivos reduzem os níveis de testosterona, o hormônio que é atribuído ao desejo sexual, além de prevenir a ovulação. Quando há mais testosterona em nosso corpo, pode haver outros fatores que influenciam como problemas de casal, estresse saúde, ansiedade. Mesmo assim, se você tiver certeza de que a falha está nos contraceptivos, consulte o seu ginecologista para tentar uma pílula diferente.

Todavia, o corpo precisa ter seus hormônios equilibrados e quando a progesterona baixa no corpo da mulher. Bem como, outros problemas como cansaço excessivo, fraqueza, fortes dores de cabeça, são sinais de que o corpo precisa de hormônio.

3. Diminuem o fluxo durante a menstruação

Isso ocorre porque a menstruação aparece quando os níveis de testosterona, estrogênio e progesterona são baixos (o que também faz com que a odiosa síndrome pré-menstrual apareça) e isso também afeta o seu humor.

Quando você está tomando pílulas, você está basicamente tomando hormônios para que estes durante as datas em que seu período realmente deveria chegar não sejam baixos desde que você os tenha nas pílulas, isso não atinge seu período menstrual. No entanto, algumas pílulas usam um placebo para mantê-lo regular como sempre.

Todavia, é por essa razão, que alguns anticoncepcionais reduzem sim o fluxo menstrual, dependendo da sua composição podem inclusive parar totalmente a menstruação.


anticoncepcional

4. Causam uma alteração no corrimento vaginal

Em geral, a ingestão de pílulas anticoncepcionais pode aumentar drasticamente o corrimento vaginal ou, ao contrário, diminuir drasticamente a secreção do corrimento vaginal.

A saber. quando reduz as secreções da vagina, o ato sexual pode ser dolorido e pode acarretar problemas. Isso porque, não tendo lubrificação, fica difícil a penetração.

É importante identificar esse tipo de situação e se ela se prolongar, você deve ir com seu ginecologista para evitar e descartar futuras infecções vaginais. Outrossim, deve solicitar a mudança da pílula contraceptiva.

5. Provoca inchaço e aumento de peso

Algumas mulheres relatam o ganho de peso com o uso do anticoncepcional, mas isso não está provado cientificamente. Ademais, o que se sabe é que alguns anticoncepcionais com dosagem hormonal mais alta podem causar uma retenção de líquido, deixando a mulher literalmente mais pesada.

Tecnicamente, as pílulas que realmente causam são a retenção de líquidos em algumas mulheres, especialmente no peito e nos quadris, o que aumenta o peso corporal.


6. Ausência da menstruação

Quando a mulher toma pílula anticoncepcional por muito tempo e para. Pode ser que ela demore alguns meses para voltar a menstruar normalmente, período de regulação hormonal. Quem estiver passando por isso, no entanto, deve consultar o ginecologista, que verificará se a saúde está em dia.

Outrossim, eles podem causar fortes alterações de humor também. As pílulas anticoncepcionais também podem causar depressão. Isto é devido ao fato de que durante o período e o ciclo menstrual existem muitas mudanças hormonais constantes.

Quando assumimos esse tipo de medicamento há um mesmo nível de hormônios durante o ciclo menstrual. Todavia, isso pode causar depressão em algumas mulheres. Especialmente naquelas mulheres que já têm histórico de depressão.

Principalmente aquelas que já tinha um histórico de depressão antes ou alguma história familiar. O mais importante é que, se você apresentar esse histórico, diga ao ginecologista e se esse efeito é novo também.

7. Trombose

A saber, 1 a cada 10 mulheres tem alterações nos genes que pode caracterizar a trombofilia hereditária. Bem como, quem toma anticoncepcional tem risco aumentado de ter trombose.

Hoje já está disponível testes genéticos para diagnosticar quem tem essa alteração e fazer a prevenção. Todavia, isso não significa que quem tomar anticoncepcional terá trombose. Mas sim um risco aumentado de ter o problema. Outrossim, quem fuma e toma anticoncepcional eleva mais ainda os riscos.

Te convidamos a visitar nosso Instagram e nossa Página no Facebook… Se gostou, curta, compartilhe e nos ajude a divulgar conhecimento.



Deixe um comentário

error: Conteúdo Protegido!