Sibutramina: para que serve e quais são os seus efeitos colaterais


Certamente você já ouviu falar do medicamento sibutramina. Indicado para combater a obesidade, ele tem inúmeros efeitos colaterais. Bem como, o uso do medicamento sem orientação médica pode provocar infarto e derrame. Além de outros efeitos que o remédio provoca.

A saber, a sibutramina é dos medicamentos mais vendidos no Brasil, e um dos mais populares para emagrecer. Estudos divulgados pela Anvisa no ano de 2010, apontam o Brasil como o maior usuário no mundo do medicamento.

Ele foi criado e desenvolvido para controlar a compulsão e a ansiedade. Outrossim, acelerar a termogenese. Entretanto, a droga possui vários efeitos colaterais que colocam a saúde do paciente em risco.

Hoje vamos entender melhor para que serve, quando e como usar e principalmente, os efeitos que ela provoca no organismo. Bem como, vamos entender como ela atua no organismo e os danos que ela pode provocar a longo prazo.

Para que serve a sibutramina

Como já citado anteriormente é um medicamento para emagrecer. O uso dele provoca o aumento da termogênese e controle da ansiedade. Traduzindo em palavras simples para você entender: ele inibe o apetite, ou seja, tira a fome e acelera o organismo.

Todavia, os efeitos desse processo “maluco”, são efeitos colaterais que podem inclusive custar a vida de uma pessoa. Não é qualquer pessoa que pode tomar a sibutramina. Bem como, o uso desse remédio não pode exceder 2 anos contínuo.

Efeito colaterail da sibutramina

Há pessoas que tomam o medicamento e conseguem emagrecer muito, mas depois recuperam o peso perdido em dobro, provocando o efeito sanfona. Todavia, há aqueles que consomem o remédio e não obtém sucesso. Bem como, emagrecem nas primeiras semanas 1 ou 2 kg e depois o corpo estaciona.


Efeitos colaterais da Sibutramina

Podemos dizer que o remédio tem vários efeitos negativos. O efeito sanfona citado anteriormente, é o mais comum e o menos inofensivo. Todavia, importante saber que pessoas com problemas cardíacos não podem consumir esse tipo de remédio.

Isso porque, como já citado, um dos objetivos do remédio: acelerar a termogênese, para quem tem problemas do coração, isso é muito negativo. Pessoas que tomam a sibutramina sentem o coração acelerado boa parte do dia. Outrossim, boca seca e amarga. Isso provoca vontade de tomar água em continuação.

Em palavras simples, para cada efeito do remédio, temos um estímulo, uma resposta e um efeito colateral negativo. Por exemplo, boca seca e amarga é o estímulo, consequência: tomar muita água, efeito negativo é o desconforto dessa boca seca. Bem como, lábios rachados, aftas e outros.

Irritabilidade, outro efeito negativo do remédio. Pessoas que tomam a sibutramina fico extremamente irritadas e estouram por qualquer coisa. A droga acelera o sistema, esse é o estímulo, a resposta é o corpo trabalhando acelerado, ou seja, além do normal. Entretanto, o efeito negativo, é um sistema nervoso muito irritado.

Efeitos segundários

A droga também prende o intestino, provocando em algumas pessoas inúmeros efeitos que vão de prisão de ventre a diarreia, cólicas etc. Outrossim, irrita o estõmago, alguns pacientes sentem queimação e desconforto.

E não param por aí os efeitos negativos. A sibutramina altera o sono, uma vez que acelera o organismo, fica difícil repousar e dormir tranquila. Fato que contribui para aquela irritabilidade que falamos logo acima. Bem como, pessoas submetidas a esse tipo de tratamento, ficam muito estressadas e inclusive com a libido alterada.

Sibutramina usos

Infelizmente as mulheres sofrem muito com esse efeito colateral do remédio. Pois ele afeta de forma drástica a libido da mulher, tirando completamente o apetite sexual. Outrossim, altera completamente o humor. 90% dos pacientes que usam a sibutramina ficam muito mal humorados.


Ademais, a droga provoca tonturas, fortes dores de cabeça e pessoas que a usam ficam mais suscetível a crises de enxaqueca. Igualmente, em uma parte das pessoas ela provoca dores musculares, dores nas articulações e desconforto lombar.

Gente, os efeitos colaterais da sibutramina são alarmantes, eu não sei se vocês que estão lendo conhecem bem esse remédio, mas quem conhece sabe, ele altera completamente o organismo humano! E mais, os efeitos colaterais são extremamente negativos e perigosos para a saúde. Ademais, quem toma sempre volta a engordar depois.

Considerações importantes

A sibutramina não deve ser consumida jamais sem orientação do endocrinologista. Bem como, antes de consumir esse remédio, é necessário fazer inúmeros exames para controlar e verificar o quadro clínico do paciente que pretende iniciar o tratamento.

Igualmente, durante o uso da sibutramina é necessário que seja feita uma reeducação alimentar, acompanhada de atividades físicas. É muito comum vermos os pacientes emagrecerem durante o processo e depois voltarem a engordar novamente.

Todavia, toda pessoa deve avaliar a hipótese de adoção de uma dieta nutricional balanceada, sem uso de remédios. Pois o uso desses, provocam muitos efeitos negativos e não maioria das vezes se alcança o objetivo por alguns meses e depois volta tudo como era antes.

A melhor mudança é sempre aquela para toda a vida. Ou seja, melhor aprender a comer corretamente, investir em alimentos saudáveis e naturais. Bem como, mudar os hábitos do que adotar remédios milagrosos.

remédio para emagrecer

Testemunho pessoal

No passado, no ano de 2003, eu fiz uso da sibutramina. Não tenho problemas cardíacos, mas como pessoa, tem um sistema nervoso muito sensível. Posso dizer e afirmar, porque eu vivi e senti na pele todos os efeitos colaterais da droga, é terrível! Ela altera completamente a libido, tira o sono, a fome, a boca fica sempre amarga e seca, é horrível!

E mais, o coração sempre acelerado e a respiração ofegante, comigo foi assim. Qualquer coisa me tirava do sério e quando aconteciam essas descargas de nervoso, meu coração parecia que ia arrebentar e cheguei a ir parar no hospital. Falo e repito, não tomem o remédio, ele pode trazer muitos problemas para a saúde.

Igualmente, em 2017 quase perdi uma sobrinha que teve um infarto aos 27 anos por conta da sibutramina. Infelizmente, falam sempre que vão proibir a venda do remédio, mas ele continua sendo vendido e muitas das vezes, comercializado sem receita médica.

Aqui na Itália, inúmeros brasileiros compram livremente o remédio no Brasil para depois revenderem aqui. E tem muita procura, ou seja, quem compra, toma sem acompanhamento médico.

No meu caso, eu aprendi por amor a minha vida, que a reeducação alimentar é a saída, é a melhor escolha e é também um ato de amor comigo mesma. Porque primeiro temos que nos amar, gostar de nós mesmas e então mudar a nossa história. Isso porque, queremos viver melhor de forma saudável. Outrossim, queremos melhor qualidade de vida.

Te convidamos a visitar nosso Instagram e nossa Página no Facebook… Se gostou, curta, compartilhe e nos ajude a divulgar conhecimento.



Deixe um comentário

error: Conteúdo Protegido!