Logo Emagrecer com vida e saude

Fígado gordo; 5 remédios naturais para você se livrar desse problema

doença do fígado gordo
Compartilhe esse post:
Compartilhar em facebook
Compartilhar em twitter
Compartilhar em pinterest
Compartilhar em whatsapp

Embora nenhum corpo seja igual ao outro e, portanto, a gordura se distribua de forma diferente: quadris, barriga, braços, ser obeso ou com sobrepeso não é sinônimo de saúde. Mesmo aqueles “quilos” extras podem desencadear inimigos muito perigosos, como por exemplo, fígado gordo. Mas o que é a doença do fígado gordo? Embora seja bem curioso abordar de forma simples o assunto, essa doença consiste em gordura acumulada em torno ao fígado.

Leia também >> Doença do fígado gordo, 1 a cada 5 pessoas sofrem dessa doença

Leia também >> 14 alimentos proíbidos e permitidos para manter a saúde do fígado

Às vezes, a gente acha que a gordura se acumula somente em forma de pneuzinhos na cintura, braços e pernas, mas ela também e acumula lá dentro do organismo, danificando o bom funcionamento dos órgãos. Um exemplo disso, é a doença hepática do fígado gordo, que geralmente acontece em pessoas acima do peso ou com síndrome metabólica, que são aquelas pessoas que sofrem de colesterol alto, triglicérides e diabetes. A saber, excesso de peso não é sinal de saúde, nem mesmo aqueles quilos extras, e isso favorece a doença do fígado gordo.

O que é fígado gordo?

A saber, é uma doença associada à resistência à insulina, obesidade, excesso de peso, açúcar elevado no sangue e triglicérides elevados. Razão pela qual é importante estar ciente dos sintomas (embora na maioria das vezes isso não ocorra). Pois quando conhecemos os sintomas dessa doença, fica mais fácil identificar e tratar o problema. A fadiga por exemplo, é um dos sinais que precisam ser levados em conta. Dores e desconforto na parte superior direita do abdômen, também indicam que o fígado esteja com problema.


Bem como, edema abdominal, vasos sanguíneos aumentados sob a pele, baço dilatado, palmas vermelhas e cor amarela na pele e olhos, indicam que o fígado não está funcionando corretamente e são sintomas da doença do fígado gordo. Quando dois ou mais sinais são identificados, é necessário procurar um médico, pois somente ele terá condições de avaliar o caso e então prescrever o tratamento adequado ao caso. Todavia, saber reconhecer os sinais é muito importante, e ajuda muito a evitar maiores transtornos.

Como prevenir a doença do fígado gordo?

Sem sombra de dúvida, um dos primeiros quesitos é manter a boa forma. Portanto, nada de excesso de peso, obesidade, quilinhos extras. Outro detalhe fundamental, é manter uma dieta saudável, com pouca gordura e mais proteínas. Evitar bebidas alcoólicas, refrigerantes e sucos artificiais, também é essencial para prevenir a formação de gordura. Doces, guloseimas, enfim, é fundamental manter uma alimentação saudável, rica em frutas, verduras, legumes, carnes magras e evitar principalmente alimentos industrializados.

fígado gordo

Manter também a prática esportiva, é uma excelente dica. Caminhas por exemplo, ajudam a manter o peso, além de estimular a produção de hormônios como a endorfina, o hormônio da felicidade. O ideal seria caminhar 30 minutos por dia, 15 de ida e 15 de volta, são mais que suficientes para manter o peso em dia e o organismo funcionando bem. Frituras, salgadinhos industrializados, refrigerantes, sorvetes, cachorro quente, são alimentos que devem ser eliminados da nossa rotina, pois fazem muito mal ao corpo e contribuem para o aumento de gordura.

5 remédios naturais para eliminar a gordura do fígado

Ambas as receitas levam alcachofra, a saber essa planta tem propriedades medicinais. Portanto, é rica em água, fibras e flavonoides, além de ter boas quantidades de vitamina C e minerais, como o potássio e fósforo. No qual, ambos, possuem ação antioxidante, anti-inflamatória, diurética, probiótica e antidispéptica (combate a má digestão). O chá de alcachofra é muito utilizado para limpar o fígado e o intestino. Ele ajuda na desintoxicação dos órgãos, bem como, promove a perda de peso.

Para a primeira receita vamos precisar de: 2 alcachofras, sal marinho a gosto, 2 copos de água, e uma colher (sopa) de cúrcuma em pó. O preparo é bem simples, leve as alcachofras ao fogo juntamente com a cúrcuma e a água e deixe cozinhar por 30 minutos em fogo baixo. Posteriormente, adicione o sal a gosto, espere esfriar e tome antes do seu almoço. A segunda receita, é uma das mais eficazes no tratamento da doença do fígado gordo. Consiste em ferver uma alcachofra com seus talos e toda a fruta por 10 minutos, abafar e então obter uma infusão que deve ser consumida durante o dia.


A terceira receita se trata de um batido feito com 1 coração de alcachofra, 1 tomate madura sem pele e sem sementes e meio pepino sem casca e sem sementes. Uma pitada de sal marinho a gosto. O preparo é simples, leve os ingredientes ao liquidificador e liquidifique tudo bem com 1 copo de água. Em seguida, se achar necessário coe a bebida e consuma e jejum. Esse remédio não apenas desintoxica e elimina a gordura do fígado, mas estimula a perda de peso de forma natural.

Quarto e quinto remédio

A quarta dica, é um detox verde alcachofra e salsinha, que além de diurético ajuda a limpar o organismo. Para o detox verde você precisa de 1 copo de água, meio coração de alcachofra, três ramos de salsinha, meio litro de água, 2 talos de salsão. Bata tudo no liquidificador, coe e beba. Por fim, a última receita, uma salada fria de alcachofras com rabanete branco ou nabo e beterrabas. Cozinhe a beterraba e corte em cubos, cozinhe a alcachofra e corte em pedaços e pique um nabo branco e tempere a gosto. A alcachofra é riquíssima em vitamina C, não apenas fortalece a imunidade como ajuda a limpar o fígado.

Te convidamos a visitar nosso Instagram e nossa Página no Facebook… Se gostou, curta, compartilhe e nos ajude a divulgar conhecimento.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!