Logo Emagrecer com vida e saude

Chá de alcachofra: descubra suas propriedades medicinais e como usá-las

cha de alcachofra para o figado
Compartilhe esse post:
Compartilhar em facebook
Compartilhar em twitter
Compartilhar em pinterest
Compartilhar em whatsapp

A alcachofra é a protagonista dos tratamentos desintoxicantes. Isso graças às suas propriedades diuréticas e ação benéfica no fígado e vias biliares. Na postagem de hoje, você vai descobrir todos os benefícios que a planta tem e como desfrutar deles usando o chá a seu favor.

A saber, a alcachofra é uma planta pertencente à família Asteraceae importada para o Ocidente por volta do ano 1200 e hoje amplamente cultivada para fins alimentares e terapêuticos. O receptáculo da flor de alcachofra, é comumente utilizado na cozinha. Enquanto, na fitoterapia sempre se utilizou as folhas do caule. Isso porque, suas propriedades benéficas são conhecidas desde a antiguidade.

A saber, as folhas de alcachofra têm ação colagogo, colerética, diurética e hepato protetora. Podemos usar ​​na forma de chá de ervas, tintura-mãe e outros extratos secos ou líquidos para proteger o fígado. Bem como, regular o fluxo biliar, reduzir a produção endógena de colesterol e triglicerídeos e estimular a diurese em caso de retenção de água.

A atividade da alcachofra é dada pela presença de inúmeras substâncias, como a cinarina, um derivado do ácido caféico responsável pela atividade colerética. Outrossim, as folhas de alcachofra também contêm flavonoides, um ingrediente amargo chamado cinaropicrina, esteróides, vitaminas e minerais.

Tradicionalmente, usada em tratamentos desintoxicantes, visando à purificação do fígado. A alcachofra, portanto, além de utilizada em inúmeras receitas culinárias, também indicada para a saúde do fígado e o bem-estar geral do organismo.


alcachofra

Como usar

O preparo do chá de ervas de alcachofra é bastante simples: basta deixar as folhas secas de alcachofra em infusão em água fervente por cerca de cinco minutos. A dosagem é de 10-15 gramas de folhas de alcachofra para cada litro de água. Bem como, podemos tomar o chá de ervas de três a seis vezes ao dia.

Entre as plantas que atuam em sinergia com a alcachofra encontramos o cardo leiteiro, a cúrcuma e a chicória, e ervas que atuam no fígado. Se, por outro lado, você deseja aumentar a ação diurética do chá de alcachofra, combine ele com o chá de dente-de-leão.

Como o chá de alcachofra tem sabor amargo, para melhorar o sabor é possível adicionar sementes de erva-doce, com ação carminativa e desinfetante, folhas de erva-cidreira ou raiz de alcaçuz. Misturar as ervas vai melhorar o sabor do chá, bem como, seus benefícios.

Talvez você não tenha acesso a planta, saiba que não é um problema. Em lojas de produtos naturais, você encontrara a folha desidratada para fazer o chá de alcachofra. O procedimento na preparação é sempre o mesmo descrito acima.  

Chá de ervas quando bebê-lo

O chá de ervas à base de alcachofra, frequentemente consumido durante as mudanças estacionais, especialmente em vista da primavera. Isso porque, como parte dos tratamentos de purificação e desintoxicação, ele limpa o organismo e as vias respiratórias, melhorando a qualidade de vida. Isso sem falar, que ajuda a eliminar o excesso de peso acumulado durante o inverno.


Durante o último mês de inverno, é perfeito para começar o processo de desintoxicação. Recomenda-se tomar o chá de alcachofra de manhã e à noite. Bem como, durante esse mês, de preferência para uma alimentação mais saudável e natural. Outrossim, faça pequenas caminhadas no amanhecer para melhorar o desempenho do chá.

A saber, o chá de alcachofra, va utilizado para perder peso, mas na realidade a alcachofra não tem efeito sobre o peso corporal. Entretanto, ajudar a neutralizar a retenção de água e reduzir a hipercolesterolemia leve e moderada. Isso no final, acaba sendo positivo e eliminando os excessos.

Em geral, as preparações à base de alcachofra são úteis para promover a digestão, reduzir a sensação de saciedade, inchaço abdominal e excesso de gases. Portanto, perfeita para desintoxicar o corpo dos alimentos consumidos em excesso durante o inverno.

cha de alcachofra

Contraindicações do chá

A alcachofra, considerada um remédio seguro e bem tolerada. Sua ingestão, entretanto, pode causar reações alérgicas em pessoas predispostas e, em altas doses, pode causar distúrbios gastrointestinais, incluindo azia e diarreia. O uso de preparações à base de alcachofra, não é recomendado em caso de oclusão das vias biliares, durante a gravidez e durante a amamentação.

Alcachofra, amigo do fígado

A alcachofra, antes um vegetal muito raro, é amplamente cultivada em regiões com clima temperado de inverno. Bem como, apreciado no século XVI, como diurético e afrodisíaco. Todavia, no século XVIII era utilizado como remédio específico contra a icterícia.

Entretanto, somente no início desse século, estudiosos constataram a eficácia da planta no tratamento de doenças hepatobiliares. Bem como, percebeu-se que pôr da planta era possível realizar a cinesioterapia.

Propriedades da alcachofra

A alcachofra contém glicosídeos e taninos e é muito rica em cinarina, um princípio amargo que a torna particularmente útil nos distúrbios de origem hepática, facilitando a colerese e a diurese.

Na forma de tintura e decocção materna, é útil para disfunções hepáticas e biliares, contra reumatismo, artrite e gota. A decocção, indicada para compressas e lavagens em caso de pele facial cansada e impura. Cru, recomendamos principalmente na dieta de anêmicos devido ao alto teor de ferro.

cha de ervas

Também indicada na dieta dos diabéticos. Depois de cozido, ele se estraga rapidamente, desenvolvendo toxinas; portanto, devemosconsumir imediatamente. Também é bom saber que quanto mais curto é o tempo de cozedura, mais digerível é.

As propriedades e usos da tintura-mãe são:

  • a flor, parte comestível, constituída por uma grande flor, a qual consumimos, cozidas ou cruas;
  • o receptáculo carnoso e as brácteas, indevidamente chamadas de folhas, circundando-o;
  • a folha, grande e gravada, inserida no caule: é a folha que se usa na medicina, ainda que a flor crua tenha, em menor grau, as mesmas propriedades curativas.

Te convidamos a visitar nosso Instagram e nossa Página no Facebook… Se gostou, curta, compartilhe e nos ajude a divulgar conhecimento.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

error: Conteúdo Protegido!