Trombose: dores nas pernas, inchaço, feridas, fique atento aos sintomas


trombose ocorre quando há formação de um coágulo sanguíneo em uma ou mais veias grandes das pernas e das coxas. Todavia, esse coágulo bloqueia o fluxo de sangue e causa inchaço e dor na região.

Todavia, o problema maior é quando um coágulo se desprende e se movimenta na corrente sanguínea, em um processo chamado de embolia pulmonar.

A trombose é relativamente comum (50 casos em 100 mil habitantes) e é responsável por sequelas de insuficiência venosa crônica, por exemplo: dor nas pernas, edema (inchaço) e úlceras de estase (feridas).

Além disso, também responsável por outra doença mais grave: a embolia pulmonar, que acontece quando as artérias ou veias do pulmão ficam obstruídas por coágulos, isto é, um coágulo se desprende e se movimenta na corrente sanguínea, provocando a embolia pulmonar.

Todavia, a trombose apresenta duas fases: a cronica e a aguda. A partir da terceira semana, passa a ser considerada crônica, por causa das transformações que acontecem no coágulo, pois ele se torna uma fibrose (como se fosse uma cicatriz) dentro da veia.


Dessa forma, a fase aguda ocorre durante a formação do coágulo e o diagnóstico não ultrapassa duas semanas. Pode ser de extremamente grave nesta fase, causando embolias pulmonares que podem ser fatais.

O que pode provocar a trombose

Abaixo citamos algumas situações, as quais, podem ocorrer a trombose, como toda regra tem sempre sua exceção o mesmo de aplica em pacientes que tiveram uma trombose, geralmente pessoas que são afetadas por essa doença, se enquadram em algum dos itens abaixo, mas nem sempre se aplica 100%.

  • Gravidez
  • Fatores genéticos
  • Historias de câncer na família
  • Vida sedentária
  • Obesidade
  • Ter mais de 60 anos
  • Histórico de parada cardíaca ou Acidente vascular
  • Menopausa e alterações hormonais
  • Cigarro e uso de drogas
trombose

Sintomas

  • Dor nas pernas, principalmente nas panturrilhas, podendo chegar até o pé e o tornozelo.
  • Sensação de queimação na região afetada.
  • Mudanças na cor da pele da região afetada pela doença, que começa a ficar vermelha ou azul.
  • Edema (inchaço) na perna afetada.

Tratamento para a Trombose

A saber, a trombose tem cura quando detectada e o paciente seguir a risca o uso dos medicamentos. O tratamento é feito com substâncias anticoagulantes, bem como, que impedem a formação do trombo e a evolução da doença, ou fibrinolíticos, os quais destroem o trombo.

Também pode ser realizado na própria residência do paciente, usando-se as heparinas de baixo peso molecular, outrossim um modo mais moderno ou a Varfarina, que são tipos de anticoagulantes.

Como prevenir a Trombose

Uma dieta saudável é uma obrigação no tratamento da trombose venosa profunda. Dessa forma, você deve se concentrar em alimentos integrais, ricos em magnésio, potássio e vitamina K, e aumentar o consumo de vegetais de folhas verdes, vegetais,crucíferos, abacates, batata doce e banana.


Além disso, os alimentos e ervas listados abaixo, também possuem potentes propriedades anticoagulantes e anti-inflamatórias naturais:

  • Mel orgânico
  • Chá verde
  • Frutas e vegetais abundantes em Vitamina D
  • Especiarias e ervas, como orégano, açafrão, alho, caiena e gengibre.
  • Óleo de onagra
  • Vinagre de maça
  • Gorduras ômega-3
  • Meias de compressão.
  • As meias de compressão aliviam o sono e inchaço na área afligida, outrossim, reduzem os sintomas de trombose na baía, baixando a pressão e aplicando calor úmido.
  • Evite fumar, qualquer tipo de cigarro, outrossim, charuto, cachimbo, ambos prejudicam a circulação sanguínea e podem provocar a trombose, o mesmo se aplica para bebidas alcoólicas e drogas em geral.

Te convidamos a visitar nosso Instagram e nossa Página no Facebook… Se gostou, curta, compartilhe e nos ajude a divulgar conhecimento.


Deixe um comentário

error: Conteúdo Protegido!