Logo Emagrecer com vida e saude
Search
Close this search box.

Fibromialgia: estudos revelam que ela não é uma doença imaginária

sinais de fibromialgia
Compartilhe esse post:

As últimas notícias são promissoras, pois finalmente um grupo de pesquisadores descobriu uma das fontes de dor em pacientes com fibromialgia. E ao contrário da crença popular, a dor não provém do cérebro e nem é imaginária como muitos médicos até então, sempre afirmaram. Os estudos revelam que a doença que todos achavam ou sempre acreditaram que era imaginaria e fruto da mente dos pacientes, tem fundamento e origem. Infelizmente, todos nós sabemos que, infelizmente, o mistério da fibromialgia deixou milhões de pessoas sofrendo em busca de esperança nos medicamentos para a dor.

Leia também >> Alzheimer: aprenda a reconhecer a doença observando 4 sintomas

Leia também >> Fibromialgia: doença silenciosa que provocar dores no corpo inteiro

Muitos médicos pensavam que a doença era “imaginária” ou psicológica, mas os cientistas agora mostraram que a principal fonte da dor resulta de um excesso de fibras nervosas sensoriais presentes ao redor dos vasos sanguíneos localizados na palma da mão. O melhor dessa descoberta é que ela pode levar a novos tratamentos e talvez até a uma cura completa no futuro, trazendo alívio para milhões de pessoas com suspeita de ter a doença.

Esperança

De acordo com os pesquisadores, para resolver o mistério sobre esse problema de saúde, eles concentraram os estudos na pele da mão de um paciente que tinha falta de fibras nervosas sensoriais, o que causou uma resposta reduzida à dor. Em seguida, eles colheram amostras de pele das mãos de pacientes com fibromialgia e ficaram surpresos ao encontrar uma quantidade extremamente excessiva de um determinado tipo de fibra nervosa.

Antes desse estudo, os cientistas pensavam que essas fibras eram responsáveis ​​por regular o fluxo de sangue e que não desempenhavam nenhum papel na sensação de dor. Mas agora, eles descobriram que há uma ligação direta entre esses nervos e a dor generalizada no corpo. Como dissemos, essa descoberta surpreendente poderia resolver a questão – por que muitos pacientes têm mãos extremamente doloridas e outros “pontos quentes” por todo o corpo. Bem como, quando o tempo esfria, os sintomas são agravados de forma significativamente.

fibromialgia sintomas

O que é a fibromialgia?

A síndrome da fibromialgia, é uma síndrome clínica que se baseia em dores em todo o corpo. Podendo afetar o humor, provocar ansiedade, depressão. Bem como, as dores se concentram geralmente na musculatura. Outrossim, pacientes que sofrem dessa síndrome são muito sensíveis ao toque. Outrossim, a fibromialgia é uma síndrome bem comum e afeta 5% da população, na qual a cada 10 pacientes, de 7 a 9 são mulheres. Entretanto, estudos demonstraram que a síndrome não tem nenhuma relação com a parte hormonal da mulher, no caso.

A saber, não existem exames para diagnosticar a doença. Médicos do setor de reumatologia observam um elenco de sintomas que acontecem sucessivamente e assim, do ponto de vista clínico, emitem o parecer final da síndrome que vem seguido de um tratamento com analgésicos. Os critérios de diagnóstico da fibromialgia são: dor por mais de três meses em todo o corpo e presença de pontos dolorosos na musculatura (11 pontos, de 18 que estão pré-estabelecidos).

Conclusões

Segundo a medicina, a síndrome da fibromialgia não tem cura, visto que ainda não se sabe precisamente suas causas. Mas com esse novo estudo, o famoso neurocientista, Dr. Frank L. Rice, responsável pelas pesquisas, explicou:

“Anteriormente, pensávamos que essas terminações nervosas estavam envolvidas apenas na regulação do fluxo sanguíneo em um nível subconsciente, mas agora temos evidências de que as extremidades dos vasos sanguíneos também podem contribuir para o toque consciente e também para a dor. Este fluxo sanguíneo mal administrado pode ser a fonte de dor muscular e sensação de fadiga em pacientes com fibromialgia.

Nota: os tratamentos e terapias atuais para esta doença incluem analgésicos narcóticos; medicamentos anticonvulsivos, antidepressivos etc. Todavia, eles não trouxeram alívio completo para milhões de pessoas que sofrem dessa doença, mas funcionam como suporte para viver melhor. Essa notícia vale a pena compartilhar, divulgar, pois ela traz esperança para os pacientes que sofrem de fibromialgia. Esses estudos não apenas apontaram uma das causas da doença, mas também trouxeram esperança para os pacientes.

Te convidamos a visitar nosso Instagram e nossa Página no Facebook… Se gostou, curta, compartilhe e nos ajude a divulgar conhecimento.