Panquecas sem glúten e sem recheio que ficam levinhas e deliciosas

panquecas sem glúten e sem recheio
Compartilhe esse post:

Difícil encontrar alguém que não goste de panquecas. A saber, as panquecas são uma paixão mundial e todos apreciam esse prato a qualquer hora do dia. A receita tradicional de ovo, água e farinha de trigo, tem inúmeros nomes e modos de fazer. Bem como, é consumida doce ou salgada, recheada ou sem recheio. Enfim, não importa muito o modo o qual é feita e nem tampouco o nome que recebe, basta ser bem fininha, levinha, deliciosa e chamar panqueca. Hoje, por exemplo, vamos aprender uma de muitas variações da receita, panquecas sem glúten e sem recheio. Infelizmente, a busca por alimentos sem glúten é grande, primeiramente por conta da intolerância ao glúten e em segundo, nasceu uma geração saúde que não consome glúten.

Por isso, recebemos diariamente inúmeros pedidos de receitas sem glúten, sem lactose, receitas leves e fáceis que supram o dia a dia corrido de todos. Portanto, sempre atendendo pedidos, hoje vamos fazer uma panqueca sem glúten e sem recheio. Aqui na minha casa, eu não recheio, as vezes, as crianças colocam dentro uma fatia de muçarela para dar mais sabor. Entretanto, nós os adultos, comemos somente a passa, as vezes uma pontinha de geleia, ou de requeijão, enfim, fica a critério de cada um. No entanto, preciso de dizer que a massa fica tão leve e saborosa, que dispensa recheio. Bem como, é bem mais saudável comer sem recheio, menos calorias e de olho na balança para quem precisa manter o peso ideal. Vamos lá pra cozinha fazer essa delícia?

Leia também >> Panqueca de aveia e maçã, receita deliciosa para iniciar o dia com saúde

Leia também >> Panquecas de laranja com iorgurte, sem açúcar, sem glúten e sem lactose

Panquecas sem glúten e sem recheio

Você sabia que as panquecas nasceram há mais de 9 mil anos atrás? Curioso não é mesmo? Segundos relatos históricos, a panqueca nasceu na França. Os ingleses deram o nome de pancakes, porque cake é bolo e pan, frigideira, então ficou: bolo de frigideira. Na Itália se chamam crepes. Segundo a história, acredita-se que a primeira panqueca teve origem a partir do descuido de uma cozinheira. A mulher derramou acidentalmente um pouco de mingau no fogão, que naquela época era assada em pedra quente e, mais tarde, preparadas em chapa redonda de ferro sobre o fogo, e percebeu que a mistura cozinhava rapidamente e era de fácil manuseio.


panquecas sem glúten e sem recheio

Porém, também há indícios de que suas raízes estejam no pão indiano chapati e nas panquecas chinesas. Entretanto, os italianos defendem que as panquecas são especialidades deles. Então, independentemente da história dessa iguaria, o gosto por comer as deliciosas panquecas se tornou mundial. E, cada vez mais, entre as opções gastronômicas das pessoas. Onde tem uma panquecaria, tem muita gente acumulada. Isso porque, ela é uma paixão mundial e nesse tipo de restaurante, você encontra panqueca de todos os tipos e com uma variação infinita de recheios, impossível resistir! Inclusive, encontra panquecas sem glúten, sem recheio, sem lactose, doce ou salgada.

Ingredientes

  • 1 xícara de amido de milho
  • 1 xícara de leite
  • 1 ovo
  • 50 gramas de muçarela ralada
  • 1 pitadinha de sal
  • (medida da xícara usada é de 200ml)

Preparo das panquecas sem glúten e sem recheio

Primeiramente, em uma tigela de vidro, bata o ovo com a ajuda de um garfo, posteriormente, adicione o leite e por fim, sobre o líquido, adicione o amido de milho (maisena). Misture tudo bem, adicione a pitadinha de sal a gosto. Com a ajuda do fuê misture tudo bem e enfim, adicione a muçarela ralada. Se desejar pode substituir a muçarela por queijo parmesão ralado, fica a seu critério. Se por acaso, na sua casa, tem alguém intolerante a lactose, você também pode substituir o leite de vaca por outro tipo de leite, como de arroz por exemplo. O leite de arroz combina bem com o amido de mais, e as panquecas ficam deliciosas. Uma vez que a massa está pronta, vamos levar para a frigideira em pequenas porções.

A saber, o processo de cozimento é muito rápido. Portanto, em fogo baixo, frigideira untada com uma pontinha de manteiga ou óleo mesmo, vai colocando pequenas porções. Deixe uns 3 minutos, vire do outro lado e quando estiverem douradas dos dois lados, estão prontas. Como citado anteriormente, podemos servir somente a massa, porque a massa já levou queijo e fica deliciosa e leve, mas fica sempre a critério da pessoa rechear ou não. Uma fatia de queijo no meio da massa, é suficiente para dar mais sabor e sustância ao prato, bom apetite. Essa receita é ideal para começar o dia, perfeita para levar na lancheira das crianças, na marmita ou de merenda no trabalho.

Te convidamos a visitar nosso Instagram e nossa Página no Facebook… Se gostou, curta, compartilhe e nos ajude a divulgar conhecimento.



error: Conteúdo Protegido!