Pages Navigation Menu

Portal de saúde e nutrição dedicado especialmente para aqueles que desejam emagrecer fazendo reeducação alimentar.

10 sinais de que uma pessoa esta infartando

Você sabia que o infarto agudo é uma das doenças que mais mata no mundo? E que, muitas vezes, ele dá sinais claros de que está acontecendo, mas pela falta de conhecimento a pessoa que está tendo o infarto, ignora e não busca ajuda?

Mas, atenção! Se a pessoa que está tendo um infarto do miocárdio não for socorrida a tempo o episódio poderá ser fatal.

O que é o infarto?

O infarto do miocárdio, ou infarto cardíaco, tem como característica principal o bloqueio prolongado do fluxo de sangue que deve ser levado até o miocárdio (músculo cardíaco ou paredes do coração).

Assim como as várias outras doenças cardiovasculares, o infarto também é responsável, lamentavelmente, por aumentar o número de vítimas fatais por esses motivos.

 

sintomas de um infarto agudo

 

O que causa o infarto?

Entre as causas comuns e mais indicativas estão a obstrução das artérias coronárias, ligadas aos efeitos nocivos das placas de gordura (colesterol).

Essas placas são responsáveis pela DAC- doença arterial coronariana, que à medida que crescem, podem sim, emitir sintomas como a angina (dor no peito).

Mas existe um detalhe, que leva a muitas pessoas a não sentir um sintoma como este, o grau de acúmulo de gordura. Por isso, mesmo que podemos dizer que o infarto é uma doença silenciosa.

Ele pode acontecer subitamente, mesmo em momentos de repouso, por isso, entender sobre os sintomas de que pode estar tendo um infarto é essencial.

Para te ajudar, preparamos esta lista com 10 sinais típicos de um infarto, e assim poder evitar o perigo eminente, e imediatamente buscar ajuda médica, porque em caso de infarto este procedimento é o mais indicado.

  • Cansaço excessivo

Este é um sinal que nosso corpo dá até um mês antes do infarto ocorrer de fato. Isso porque o coração já estará batendo desreguladamente ou com dificuldades para trabalhar corretamente.

Antes de colapsar, ele enviará ao seu corpo claros sintomas de que algo não vai bem. Por isso, se notar que está com fadiga e cansaço em excesso, procure um médico e faça um check-up o quanto antes!

  • Falta de ar

Entenda que não é comum sentir falta de ar ao realizar atividades simples, como caminhar, por exemplo. Se notar que em uma simples caminhada, com distância curta e sem pressa, está com dificuldade para respirando, faça exames com urgência.

O coração quando está com dificuldades para transportar oxigênio para o organismo, acaba se sobrecarregando, fazendo com que o indivíduo se canse ao menor esforço.

 

infarto do miocardio o cardiaco

 

  • Batimentos cardíacos irregulares

Comum entre pessoas com problemas no coração, os batimentos passam a ficar irregulares sem motivo aparente, como uma crise de ansiedade, por exemplo.

Quem sofre com alterações emocionais, pode apresentar taquicardia, porém, se isso aparecer mesmo que você esteja calmo, é porque algo está fora do normal. Mais uma vez, a recomendação é procurar um médico.

  • Má digestão

Muitas pessoas não sabem, mas um dos sintomas de infarto pode ser confundido com uma má digestão. Porém, ela será mais característica, acompanhada de enjôos e de uma sensação de bloqueio na garganta. Geralmente, esse sintoma é bastante forte, o que pode ser essencial para diferenciar de uma indigestão comum.

  • Dor no braço esquerdo

Esse sintoma é bastante clássico, porém, não pode ficar de fora dessa lista. Se sentir dor forte no braço esquerdo, sem motivo aparente – como esforço físico – procure um médico imediatamente!

  • Vômitos e náuseas

É comum que as pessoas achem que náuseas e vômitos sejam problemas sérios, não é mesmo? Mas, dificilmente alguém irá ligar isso à um infarto ou problemas no coração. Pode até ser que o fato seja ignorado, até que os sintomas piorem.

Portanto, a dica é sempre procurar um médico quando se sentir mal. Muitas vezes, detectar a obstrução da artéria responsável por levar sangue ao coração, no início pode salvar uma vida.

  • Dor no peito

Esse também é um sintoma clássico que a maioria das pessoas conhece. Porém, existem relatos de pacientes que não procuraram atendimento até a dor se tornar insuportável.

Isso porque ela geralmente começa mediana e aumenta com o passar dos minutos. Se você tem sérios fatores de risco, como obesidade, fumo e sedentarismo, não espere para procurar atendimento. Fique atento!

  • Tonturas

Alguns pacientes chegam ao hospital com fortes tonturas. É comum que outros de fato cheguem a perder a consciência, o que é um agravante para quem está sozinho em casa, por exemplo.

E muitas vezes, as tonturas são sintomas isolados que não se relacionam com a dores do peito, também sinal de infarto, ou mesmo outros sintomas, e isso dificulta o diagnóstico de infarto. O que aumenta a sua necessidade de consultar um médico e costuma sentir tonturas, sem motivos aparentes.

  • Excesso de suor

Suar excessivamente quando não há nenhum motivo, como estar realizando atividade física, ou em um dia quente, por exemplo, é sinal de alerta! Corra à um hospital mais próximo assim que este sintoma aparecer.

Ele é bem comum em casos de infartos, porém costuma vir com outros sintomas em conjunto, como dores no braço e no peito. Mas, há sempre a possibilidade de um sintoma aparecer sozinho e ignorá-lo é um risco muito sério à saúde.

10-Desmaio

É importante lembrar que desmaios nunca são normais, e devem ser investigados por um médico sempre que acontecerem. No caso do infarto, ele pode ser um sinal de alerta para se investigar se não está ocorrendo a obstrução do coração.

Como o órgão fica sobrecarregado, o corpo “desliga” as funções essenciais para poupar energia. Por isso, se apresentar desmaios, procure um médico imediatamente.

Naturalmente que algumas pessoas estão mais propensas a infartarem, mas veja bem, o acúmulo das placas de gordura é gradual e nem sempre o estado clínico da pessoa emite sinal, por isso mesmo é que ocorre muitos infartos repentinos.

E, prevenir ainda é o melhor remédio, por isso revise seus hábitos, busque qualidade para sua vida, e principalmente elimine os fatores que mais expõem as pessoas ao infarto, como:

  • Tabagismo: o cigarro causa inúmeras doenças e é um fator determinante para a saúde do coração;
  • Sedentarismo: estudos mostram que pessoas sedentárias têm mais possibilidade de apresentar problemas no coração;
  • Obesidade: Obesos possuem riscos elevados à saúde como um todo, incluindo o risco eminente de infartos e AVC;
  • Colesterol alto: O colesterol elevado traz inúmeros malefícios, entre eles o risco eminente de doenças cardíacas. O ideal é mudar a dieta ao apresentar alterações nos exames ou tomar remédios para controlar os índices de colesterol no organismo.

Além disso, o fator genético também é bastante relevante para o aparecimento de doenças cardíacas.

Cuide da sua saúde! Ela é seu bem mais precioso! Faça consultas ao cardiologista regularmente e evite o infarto.

 

Redatora Juliana Kappel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: