Pages Navigation Menu

Portal de saúde e nutrição dedicado especialmente para aqueles que desejam emagrecer fazendo reeducação alimentar.

Elimine seu corrimento vaginal usando essa técnica caseira e super eficiente

Geralmente, boa parte das mulheres apresentam corrimento vaginal, mas quando eles apresentam cores amareladas, esverdeadas, consistência mais espessa e cheiro forte, é sinônimo de que algo esta errado. Pode ser uma infecção vaginal, candidíase ou tricomoníase, ou ainda a presença de gonorreia.

O corrimento pode ser tratado de forma caseira, em casa, mas atenção se em 3 dias os sintomas não desaparecerem, é necessário procurar seu médico de confiança. A receita mais popular e mais eficiente é aquela feita com as folhas da goiabeira.

Tratamento caseiro para corrimento vaginal

Também é importante individualizar que tipo de corrimento, por isso a necessidade de consulta um ginecologista. No caso de infecções comuns como a cândida, o chá de goiaba é muito eficiente e o alivio é imediato.

Chá de goiabeira para corrimento vaginal

Um ótimo remédio caseiro para acabar com o corrimento vaginal do tipo amarelo-esverdeado e com mau cheiro, ou corrimento branco tipo leite coalhado, são as folhas de goiabeira (Psidium guajava L.).

Ingredientes

  • 50 g de folhas de goiabeira
  • 2 litro de água

Modo de preparo

Ferva a água e desligue o fogo. Acrescente, então, a erva e abafe durante 3 a 5 minutos. Depois, coe e faça um banho de assento com esse chá, lavando cuidadosamente toda a região genital. Repita o procedimento de 2 a 3 vezes ao dia.

O banho de assento para corrimento feito com as folhas de goiabeira é eficaz no tratamento do corrimento causado por Tricomoníase e Candidíase. Além disso, o remédio caseiro é seguro e não causa efeitos colaterais, nem possui contraindicações.

Observações: durante o período do tratamento caseiro, evite ter relações sexuais, lave suas calcinhas na mão com sabão neutro, seque-as no sol, de preferência para aquelas de algodão e se caso tiver relações, use preservativo. Seus os sintomas persistirem, consulte um ginecologista.

Fonte da receita: Remédios Caseiros

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

%d blogueiros gostam disto: